Projeto de Vida 2016 #ProjetandoNovembro #ConfissãoDePecados

Irmãos e amigos, 
Que a Paz esteja convosco!

Neste domingo especial, gostaria de ministrar ao coração da amada igreja a penúltima mensagem profética do Projeto de Vida 2016. Vamos meditar em um texto da Palavra do Senhor que se encontra em Esdras 9.5-6: "E, perto do sacrifício da tarde, me levantei da minha aflição, havendo já rasgado a minha veste e o meu manto, e me pus de joelhos, e estendi as minhas mãos para o Senhor, meu Deus. E disse: Meu Deus! Estou confuso e envergonhado, para levantar a ti a minha face, meu Deus, porque as nossas iniquidades se multiplicaram sobre a nossa cabeça, e a nossa culpa tem crescido até aos céus"


Normalmente, ao chegar no final do ano fazemos aquela famosa reflexão. Aquele balancete do nosso ano, dos projetos que se realizaram e daqueles que não se realizaram, o que deu certo e o que deu de errado. Eu, particularmente, costumo realizar uma introspecção espiritual. Avalio os meus sentimentos, as minhas motivações, os meus desejos, o quanto eu cresci espiritualmente ou regredi. Penso nas coisas que tenho que mudar em minha vida, sejam elas: comportamentos, atitudes ou pensamentos. 

Esdras fez um grande e espetacular trabalho à frente da reconstrução do Templo de Jerusalém. Do ponto de vista humano, aquela nação era bem sucedida uma vez em que saíram do exílio, retornaram à sua pátria e reconstruíram o templo de seu Deus. Entretanto, aquilo que aparentemente no exterior pode significar crescimento... a recíproca pode não ser necessariamente verdadeira no interior. 

Aparentemente tudo ia bem para os hebreus, mas algo não estava bem: Os sacerdotes e levitas estavam contaminados, pois não se separaram e seguiram as abominações de povos pagãos como os cananeus e jebuseus. Então, meus irmãos, percebam, aquilo que aparentemente estava bem aos olhos do homem, diante de Deus necessitava conserto. Não se pode exercer um sacerdócio por excelência às custas da contaminação. Um sacerdote tinha de ser puro e separado. 

Quando chegou ao conhecimento de Esdras, por meio dos príncipes, a contaminação dos sacerdotes e levitas, ficou profundamente pesaroso e angustiado. Naquele mesmo dia, ao chegar o sacrifício da tarde, Esdras confessou a Deus os pecados do povo. Que tipo de pecados Esdras confessou?

1. Iniquidades multiplicadas.
2. Contaminação com as imundícies, abominações e corrupções. 
3. Casamentos com povos estranhos (Julgo desigual).
4. Violação de Mandamentos do Senhor.

Esdras concluiu sua oração reconhecendo que Deus é justo e que o castigo à nação é merecido pela forma como esta se corrompeu diante de Deus. 

Pois bem, meus irmãos, o Senhor está nos convidando neste domingo a fazermos um acerto com Ele. Lembra-se do balancete de fim de ano que mencionamos no início da ministração? Que tal começarmos ele agora, ao invés de Dezembro? 

Certamente que o Senhor Deus nos abençoou grandemente no decorrer deste ano, que fomos agraciados por um Poder Sobrenatural que é o Sacerdócio. Porém, a grande meta para 2016 é exercer um sacerdócio por excelência e para isto não podem existir contaminações com coisas, pessoas e situações que o Senhor desaprova. 

A contaminação é gradual e sútil. Estamos sim, sujeitos a ela uma vez em que vivemos em uma sociedade, vizinhança e comunidades contaminadas. No dia-a-dia lidamos com muitas pessoas, e a maioria delas não temem ao Senhor. Se não vigiarmos e não cuidarmos, pouco-a-pouco, imperceptivelmente estaremos praticando as ações que estas pessoas praticam, falando como elas falam e pensando como elas pensam.

Por esta razão, é importante buscarmos constantemente a presença do Senhor para nos auto-avaliar criteriosamente e confessar a Deus aquilo em que falhamos para buscar novos caminhos e novas escolhas. Vamos fazer isso hoje?

Ainda não estamos em Dezembro, ainda não terminamos o ano, mas que tal começarmos este check-up espiritual agora? Vamos nos avaliar e confessar a Deus as nossas fraquezas e aquilo em que temos falhado. Isto é humilhação diante de Deus. Isto é dependência de Deus. 

Para um sacerdócio por excelência é preciso fazer coisas novas, pensar coisas novas e ter novas atitudes. O Senhor está desenvolvendo isto em 2016 porque não é um tratamento do qual você receberá alta no dia 31 de Dezembro, não. O Senhor usou o ano de 2016 para desenvolver em nós atitudes, qualidades e valores que pautarão o nosso chamado até o fim de nossos dias. 

Por isso é importante fazer, pensar e falar conforme o Senhor nos direcionar. O tratamento é contínuo, não se engane, ele apenas começou em Janeiro de 2016. O que você está aprendendo neste ministério, neste ano, é a base para uma vida frutífera e feliz enquanto você estiver nessa Terra. Comece hoje esta avaliação!

Que Deus te abençoe!
Um bom mês!

Fique por dentro