quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Vencendo os inimigos da fé: Falta de Conhecimento



Irmãos e Amigos, 
Que a Paz esteja convosco!

Estamos iniciando hoje uma série de mensagens acerca dos inimigos da fé. Nosso Ministério está focado em trazer para a sua vida uma Palavra viva capaz de dar frutos. Vamos meditar no texto de 1 Timóteo 6.11-12: "Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão. Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado e fez a boa confissão na presença de muitas testemunhas".


Paulo recomenda à Timóteo: Combate o bom combate da fé. Se o Senhor nos orienta, através da vida de Paulo a combater a nossa fé, é porque existem Inimigos da fé que precisam ser vencidos. Começaremos hoje um estudo bíblico se se estenderá por todo o mês de Maio, sobre como vencer os inimigos da nossa fé. Existe um combate, uma luta e por esta razão escolhemos este texto de 1 Timóteo como base dessas ministrações.

Paulo caracteriza o combate da fé como um combate "BOM". O único combate ao qual os cristãos são conclamados a participar é o combate da fé. Portanto, quero te encorajar que se você estiver combatendo qualquer tipo de combate, em qualquer área de sua vida, que você para de perder tempo, volte o seu foco e se engaje no combate da fé. 

A Bíblia diz que a fé vem por ouvir a Palavra de Deus (Leia Romanos 10.17). Deste modo interpretamos que se há combate e portanto há inimigos da fé, existem empecilhos para que esta fé alcance o nosso coração. Se a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus, vem pelo conhecimento da Palavra, logo a ausência do conhecimento é um inimigo da fé.

Se conhecer a Palavra produz em nós fé, a falta de conhecimento produz em nós a insegurança, o medo, a incerteza, a invulnerabilidade. Portanto, a falta de conhecimento consideraremos o primeiro inimigo da fé.

Muitas pessoas se sentem estimuladas, até por passagem mau interpretadas a orarem para ter fé. Se analisarmos as escrituras, em momento algum a Bíblia nos mostra que alguém recebeu a fé por orar muito, por pedir muito ou por jejuar muito. O fato dos discípulos dizerem a Jesus: "- Senhor, aumente a nossa fé" não nos dá a razão de fazer a mesma coisa. Os discípulos disseram muitas coisas que hoje, muitos de nós usamos como piada no meio evangélico, pois nos revela a situação de extrema ignorância que eles viviam.
     
Os discípulos não receberam fé porque pediram. Tanto que, em seguida, Jesus disse a eles: "Se tivesses fé, do tamanho de um grão de mostarda, dirias a essa amoreira arranca-te e transplanta-te em outro lugar e assim faria". Jesus está mostrando a eles que se eles tivessem fé eles resolveriam a situação. No contexto, Jesus fala a respeito da capacidade perdoar um, irmão ofensor que chega a nós e pede perdão. Que se ele pedisse sete vezes ao dia deveríamos perdoar setenta vezes sete. Em seguida eles pedem: "Senhor, aumente a nossa fé" e ai ocorreu o que discutimos aqui. 

Então concordamos aqui que a fé vem por ouvir a Palavra. Ela não vem pelo pedir, pelo orar ou pelo jejuar. Precisamos compreender que nem sempre que se ouve a Palavra a fé venha. Não é pelo simples fato de estarmos em um ambiente em que a Palavra esta sendo pregada que a fé virá independente do seu livre-arbítrio, independente de sua maneira de pensar, independente de sua vontade. Tal fato se comprova pela vida de Judas, que andou com Jesus, ouviu a Jesus, operou milagres, maravilhas e expulsou demônios. O mesmo Judas, foi aquele que foi enviado por Jesus e o traiu, isto se deve porque Judas não assimilou a Palavra. 
    
Jesus pregou para os doze de forma igual, mas Judas não recebeu, não assimilou não permitiu que aquela Palavra entrasse em seu coração. A única forma da Palavra produzir fé em nós, é abrirmos o nosso coração, permitirmos aquela Palavra entrar, fazer um reflexão interior e assimilar a sua mensagem.  Precisamos ouvir e aceitar para receber os frutos da Palavra de Deus. 

Em Efésio, o mesmo Paulo que escreveu a Timóteo sobre o combate da fé, nos ensinou (conforme aprendemos no mês passado) a vestirmos as armaduras de Deus para ficarmos firmes no Senhor, na força de seu poder. Diferentemente vemos pessoas que não optam por ficar firmes, acabam buscando meios de tentar vencer por si só! Buscam revelações, profetas, campanhas, amuletos, lenços ungidos, rosa e sabonetes.  No final do combate a pessoa está desgastada porque tentou vencer o combate com seus próprios meios, ao invés de vestir as armaduras de Deus, ficar firmes e através da Palavra tomar uma posição de fé. A Luta que Paulo fala em Efésios não é tentar derrubar Satanás, mas ficar firmes na fé! 
   
Quando conhecemos a Palavra, ficamos firmes em Cristo e tomamos posse da nossa posição em Deus! Somos salvos, livres, libertos, restaurados, nação santa, sacerdócio real, povo eleito e escolhido, herdeiros. Quando fazemos isso, é Satanás quem se preocupará conosco e não nós que ficaremos correndo atrás de estratégias para vencê-lo. 
    
Paulo diz: fique firme! Esta é a verdadeira luta que temos que travar! Defender a nossa fé, ficar FIRME!
     
Que Deus te abençoe.

O Fogo, a Água e a Oportunidade

Os três se encontraram, a oportunidade perguntou: -De onde vocês são?  E o fogo respondeu: -Eu estou nas guerras, nos vulcões,  ...