Paternidade adquirida: assumindo a identidade celestial de filhos

Irmãos e amigos
Que a Paz esteja convosco!

Gostaria de meditar junto dos irmãos, em um texto da Palavra de Deus que se encontra no Evangelho de Marcos 14.36, parte a: “E disse [Jesus]: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis”.


A Palavra de hoje é voltada ao assunto da paternidade. A criação do homem foi feita à imagem e semelhança de Deus, ou seja, o Senhor dotou ao homem dos mesmos atributos morais e éticos que são intrínsecos à Ele. Portanto, Deus estabeleceu como base de um relacionamento sadio, o amor, pois Ele é amor.

O amor lança fora todo medo (Leia também 1 João 4.18). O amor gera aceitação, sensação de segurança, de carinho e de bem-estar. O amor de pai gera sentimento de cuidado, de proteção e de confiança. A maioria de nós, ao longo da fase da infância e adolescência, olhamos para os nossos pais como heróis. O oposto do amor é a rejeição, e esta é extremamente nociva para nós, pois gera o oposto: infelicidade, medo, desconforto, solidão e imaturidade.

Quando entregamos a nossa vida para Cristo, a nossa visão sobre Deus é renovada. Passamos a recebe-Lo em nossas vidas como Mestre, como Deus, como Senhor e como Salvador; mas, muitas vezes, não como Pai! Concebemos o nosso relacionamento com Deus como Senhor e Servo, mas não como Pai e Filho! Porque?

Alguns valores de nossa sociedade lamentavelmente mudaram ao longo da contemporaneidade. A figura masculina, a pessoa do pai dentro de um lar tem perdido o significado por diversos motivos: inversão de papéis (mulheres que assumem a função de cabeça do lar), omissão dos homens, alterações na própria concepção de família, abandono do lar, dentro outros motivos. A ausência da figura paterna, como um todo, na maioria das famílias contemporâneas gerou uma desvalorização do papel de pai em nossa sociedade. E por não conseguirmos enxergar a figura de pai em nossa sociedade, automaticamente nos distanciamos do atributo paterno de Deus.

O meu histórico familiar foi muito complicado em minha infância e adolescência. Ao longo da minha juventude até chegar agora na fase adulta, tive que lutar contra o sentimento de rejeição paterna. Eu não tive em minha infância uma referência de pai, esta referência só começou a ganhar forma na juventude através da figura do meu padrasto e na fase adulta, ao reatar o relacionamento com meu pai biológico. E por não ter uma referência de pai, eu demorei a receber e aceitar a Deus como Pai.

Meus irmãos, podemos sim aceitar a Deus como nosso Mestre, Guia, Redentor, Salvador e Senhor; pois Ele de fato É. Mas a maior dádiva que nós poderíamos ter recebido é a paternidade de Deus. Em João 1.12 está escrito que, “Mas a todos quanto o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus”.

Quando recebemos a Cristo, adquirimos o DNA de Deus, nós ganhamos a legalidade paternal. Nos tornamos filhos de Deus. Quanto mais rápido você compreender e abrir o seu coração para receber a Deus como Pai, mas rápido você receberá todos os benefícios que esta paternidade garante: amor, cuidado, companhia, confiança, proteção, segurança, paz, e a certeza de que este Pai NUNCA irá te abandonar.

Se nos tornamos filhos de Deus, também nos tornamos herdeiros de Deus. Temos livre acesso à Sua Presença a qualquer dia e qualquer horário. Temos acesso às suas promessas, à sua Graça, aos seus benefícios, aos seus cuidados e à sua herança bendita. Este amor é incondicional.

O amor de Deus transcende ao amor de um pai humano. Em salmo 27.10, Deus nos revela sua maravilhosa promessa por meio da vida do salmista Davi: “Porque, quando o meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá”.

Muitos podem viver uma visão distorcida de sua autoimagem por conta da ausência de um pai, como aconteceu comigo em minha infância e adolescência. Muitos por causa disto podem ter conflitos de autoestima. Mas se você receber, a Deus como o seu Pai, eu te garanto que ainda nesta tarde você irá desfrutar do Amor de Deus e você verá toda a dor, toda mágoa, todo o vazio ser preenchido pelo poder deste Deus. Você se sentirá tão amado como nunca se sentiu em toda a sua vida.

Receba este amor celestial.

FELIZ DIA DOS PAIS!

Aba Pai. 

Fique por dentro