domingo, 5 de junho de 2016

Projeto de Vida 2016 #ProjetandoJunho #Surpresas

Irmãos e amigos,
Que a Paz esteja convosco!

Eu tenho uma Palavra de Deus para o seu coração, para direcionar sua vida neste mês de Junho: "No primeiro ano do seu reinado, o rei Ciro promulgou um decreto acerca do templo de Deus em Jerusalém, nestes termos: Que o templo seja reconstruído como local destinado à apresentação de sacrifícios e que se lancem os seus alicerces. Ele terá vinte e sete metros de altura e vinte e sete metros de largura, com três carreiras de pedras grandes e uma carreira de madeira. O custo será pago pela tesouraria do rei. E os utensílios de ouro e de prata da casa de Deus, que Nabucodonosor tirou do templo de Jerusalém e trouxe para a Babilônia, serão devolvidos aos seus lugares no templo de Jerusalém; devem ser colocados na casa de Deus. Agora, então, Tatenai, governador do território situado a oeste do Eufrates e Setar-Bozenai, e vocês, oficiais desta província e amigos deles, mantenham-se afastados de lá. Não interfiram na obra que se faz nesse templo de Deus". Esdras 6.3-7.


Estamos encerrando a primeira etapa deste propósito. Já estamos na metade deste ano deste ano, que está passando muito rápido, não é mesmo? Só para darmos continuidade naquilo que o Senhor deseja ministrar ao nosso coração nesta manhã, vamos nos recordar o que estava acontecendo nesta história de Esdras, que tem servido de motivação para nós neste ano de 2016.

Nos capítulos anteriores do livro de Esdras, podemos observar claramente que após a reconstrução do altar e o início da reconstrução do templo, os israelitas tiveram de lidar com oposição. Inimigos de Judá e Benjamin, se levantaram contra Zorobabel e nos reinados de Xerxes e Artaxerxes, um grande oposição impediu a obra de avançar, ainda que temporariamente.

A sequência deste episódio, o Senhor ministrou em nosso coração no mês de maio! Os judeus, movidos de coragem e ousadia tentaram avançar na obra, e impeliram Tatenai a enviar um relatório ao rei Dario para consultar a legitimidade da obra.  

Um mês de surpresas e restituições

Dario ordenou que consultassem os arquivos da Babilônia, e estes arquivos continham o texto base da Palavra de hoje. Dario descobriu a veracidade e honestidade dos hebreus quando informaram sobre a obra e sobre sua legitimidade, por meio do decreto de Ciro. O Senhor nos ensina, nesta primeira etapa desta direção espiritual, que mesmo cada um de nós tendo um propósito e um projeto a ser executado, só podemos nos mover se houver legitimidade para isso. Não podemos tentar fazer as coisas ao nosso modo, ou segundo os nossos critérios, porque além de sermos envergonhados, ainda desabonaremos a obra que é do Senhor, trazendo sobre ela, descrédito. Só se mova quando você receber autoridade para fazê-la. 

Ao descobrir toda a verdade, o rei Dario deu ordens para que a obra não fosse impedida; e confirmou ainda, o decreto de Ciro, ordenando que a tesouraria do império arcasse com todos os custos da obra, além de oferecer animais para o sacrifício, ofertas de cereais, vinho e azeite.

Por meio desta Palavra, o Senhor nos leva a crer que o mês de Junho será um mês de Surpresas! Surpresas que estão reservadas apenas àqueles que possuem coragem e ousadia para avançar contra os obstáculos e definirem uma posição dentro daquilo que o Senhor nos chamou para ser. Esdras e os demais obreiros não desanimaram, não se prostraram, não desistiram; ao contrário, foram marcar posição junto àqueles que tinham autoridade para resolver o problema deles: primeiramente Tatenai, Governador; e, posteriormente o rei Dario. 

Eu profetizo, em nome de Jesus, que assim como aqueles homens foram surpreendidos como uma decisão favorável do rei, que ordenou a continuidade da obra; que você e sua família, em nome de Jesus receberão uma palavra favorável daqueles que hoje estão em situação de autoridade sobre a sua vida (seja ele o marido, o patrão, os ministros, etc). 

Que Junho seja um mês de surpresas! Seja um mês em que as coisas voltem a acontecer da forma como devem! Seja um mês de recebimento de respostas paradas! Seja um mês em que impedimentos caiam por terra! Seja um mês em que as coisas voltem ao seu devido lugar! Seja um mês de restituição... Restituição de posições, de marcas, de promessas, de realizações, de milagres.

Leitura Bíblica

Leia o Evangelho de João, um capítulo por dia, de 06 a 26 de Junho. 

Não desista

Elisama Figueiredo