domingo, 13 de março de 2016

Cuide de seus relacionamentos interpessoais


"Então Herodes chamou os magos secretamente e infomormou-se com eles a respeito do tempo exato em que estrela tinha aparecido. Enviou-os a Belém e disse: Vão informar-se com exatidão sobre o menino. Logo que no encontrarem, avisem-me, para que eu também vá adorá-lo". 

"E, tendo sido advertidos em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram a sua terra por outro caminho".  Mateus 2.7-8 e 12. (NVI).


Existe um ditado muito antigo, que eu tive de aprender na prática para sobreviver dentro do Ministério: "Nem tudo o que reluz é ouro!" É lamentável pensar que não somente no meio ímpio, mais principalmente no meio cristão existam pessoas perversar, que se infiltram em nossa vida para atrapalhar o cumprimento dos planos do Senhor em nós. Jesus já dizia em Mateus 7.21: "Nem todo aquele que disser: 'Senhor, Senhor!' entrará no Reino de Deus".

Quanto antes compreendermos que precisamos ser seletivos e rigorosos em nossos relacionamentos, na escolha de amizades, em quem entrará em nossas vidas e que posição ocupará; mais saudáveis seremos em nosso relacionamento com Deus e mais mais rápido alcançaremos a meta que por Ele nos foi proposta. O dito popular: "Amigo do meu amigo, é meu amigo também" para nós não cabe!

Para entrar em nosso ciclo de relacionamentos, é necessário que as pessoas estejam de baixo dos nossos critérios, que defendam os nossos valores, que defendam as nossas crenças, que possuam o mesmo caráter, os mesmos costumes, as mesmas qualidades. Do contrário, o que conseguiremos, amados, de fato será uma grande "dor de cabeça" e um grande tropeço em nossa caminhada espiritual. 

O pensador iluminista do século XVII, Jean-Jacques Rousseau disse uma grande verdade: "O homem é um produto do seu meio". Se andarmos com pessoas espirituais, que procuram viver em santidade, que buscam a Deus, que se consagram e que meditam nas Escrituras; logo, passaremos a adquirir tais características. Entretanto, se andarmos com pessoas imaturas, maldizentes, desonestas e irresponsáveis, tão logo assim seremos nós. Por isso, é extremamente relevante escolhermos muito bem quem entra em nossa vida, em nosso Ministério, em nossa casa e em nossa família. 

É necessário cair por terra a ingenuidade que as vezes cega muitas pessoas, que não conseguem enxergar os interesses mesquinhos de algumas pessoas que outrora venham a se aproximar delas. 

O texto da meditação de hoje nos fala sobre Heródes, que se aproximou dos magos com a intensão de conhecer a localização de Jesus com a falsa pretensão de "adorá-Lo". É claro que sabemos que Heródes tinha a pretensão de matar o menino, pois o recém-nascido ameaçava o poderio Império dos Césares. E claro, que os magos perceberam que haviam um outro interesse implícito no olhar de Heródes. 

Precisamos estar sensíveis a Deus, sermos cautelosos e observadores no referente às pessoas que se aproximam de nós. Muitas pessoas, podem vir até nós apenas por interesse... Para conseguir alguma vantagem... Para colher informações de nossa vida de forma a futuramente utiliza-las contra nós, para atrapalhar os nossos projetos. Quantos casos, conhecemos de pessoas que "levaram uma rasteira" do melhor amigo, que roubou a ideia, o projeto, o produto. Precisamos observar o caráter das pessoas, antes de abrirmos o nosso coração e as portas de nossa vida para elas entrarem. 

Os magos foram cautelosos, estavam sensíveis para descobrir o que estava por detrás de tudo aquilo! E mais tarde, eles descobriram em sonho... e eles seguiram sua viagem, não voltaram mais a Herodes, o que causou futuramente a fúria do rei, que mandou assassinar todos os meninos abaixo dos dois anos. 

Esta história nos inspira a não confiarmos cegamente nas pessoas que se aproximam de nós. Precisamos, sim, receber a todas sem desconfiança, como sacerdotes que somos! Mas precisamos ter cautela sobre aquelas que postulam fazer parte de nossas vidas. Quantos relacionamentos começam por impulso, por pressão de amigos, por agitação da "galera" e depois termina em dor, em sofrimento?! Muitos!

Seja cuidadoso ao abrir as portas de sua vida! Infelizmente, existem muitas pessoas imaturas ou mal-intencionadas em nossa volta e elas poderão ser uma pedra de tropeço nos planos do Senhor para a sua vida. 

Que Deus te abençoe, 
Abraços fraternais.

O Fogo, a Água e a Oportunidade

Os três se encontraram, a oportunidade perguntou: -De onde vocês são?  E o fogo respondeu: -Eu estou nas guerras, nos vulcões,  ...