domingo, 31 de janeiro de 2016

Que a bênção de Israel esteja sobre a sua vida


Queridos irmãos,

Que a Paz esteja convosco!


Vamos iniciar a nossa meditação deste domingo com um texto da Palavra do Senhor que encontra-se em Gênesis 35.10: "E disse-lhe Deus: 'O teu nome é Jacó, não te chamarás mais Jacó, mas Israel será o teu nome. E chamou-lhe Israel'". 


Mudança, esta é a palavra que caracteriza a história de Jacó, o segundo filho de Isaque, que, diga-se de passagem, demonstrou-se de caráter muito duvidoso no inicio de sua vida.

Sobre Jacó, mesmo sendo o segundo filho de Isaque, havia uma promessa de domínio, de governo. Ele iria governar sobre o mais velho. Porém, o caráter duvidoso de Jacó e enganador de Jacó fez com que ele trocasse com seu irmão Esaú o direito do acesso à benção da primogenitura. Esaú vende a benção a Jacó por um prato de lentilhas.

A benção da primogenitura, no costume hebreu, é uma transferência do direito de domínio, de governo, transferida por um pai ao seu filho primogênito, onde este daria continuidade ao trabalho e a preservação dos bens familiares após a morte de seu pai. Direito, que pertencia à Esaú, porém Jacó, segundo a Palavra de Deus, governaria.

É impressionante ao analisarmos esta história constatamos a má índole dos dois irmãos. Jacó com más intensões, querendo desviar os princípios estabelecidos por Deus, querendo se estabelecer a força em uma posição que por direito já era sua. Esaú, simplesmente abriu mão da bênção de Deus, se vendeu por muito pouco, exatamente como alguns fazem em nossos dias.

As pessoas trocam a benção e a unção de Deus por coisas secundárias: uma partida de futebol, o final de uma novela, férias na praia. Infelizmente, nos dias de hoje, muitas pessoas trocam a benção de Deus sobre elas por priorizarem outras coisas que trarão uma satisfação imediata, porém não duradoura.

Jacó engana Isaque, já cego, que o abençoa. Uma família problemática com relações estremecidas: um filho que troca Deus por um prato de lentilha, o outro que é ganancioso e mentiroso, uma mãe que encobre os erros de seu filho mentiroso e um pai enganado.

Rebeca imediatamente aconselha Jacó a fugir, para se livrar da ira que causou em seu irmão Esaú, que agora era seu inimigo. Jacó parte imediatamente para Harã, terra de seu tio Labão. Ao caminho de Harã, em um lugar chamado por Jacó de Betel, onde ele tem o seu primeiro encontro com Deus e a partir deste encontro, uma aliança é estabelecida e a vida de Jacó começa a sofrer uma radical transformação:

E eis que o SENHOR estava em cima dela, e disse: Eu sou o SENHOR Deus de Abraão teu pai, e o Deus de Isaque; esta terra, em que estás deitado, darei a ti e à tua descendência; e a tua descendência será como o pó da terra, e estender-se-á ao ocidente, e ao oriente, e ao norte, e ao sul, e em ti e na tua descendência serão benditas todas as famílias da terra; e eis que estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores, e te farei tornar a esta terra; porque não te deixarei, até que haja cumprido o que te tenho falado. Acordando, pois, Jacó do seu sono, disse: Na verdade o SENHOR está neste lugar; e eu não o sabia. E temeu, e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar senão a casa de Deus; e esta é a porta dos céus. Então levantou-se Jacó pela manhã de madrugada, e tomou a pedra que tinha posto por seu travesseiro, e a pôs por coluna, e derramou azeite em cima dela. E chamou o nome daquele lugar Betel; o nome porém daquela cidade antes era Luz. E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir; E eu em paz tornar à casa de meu pai, o SENHOR me será por Deus; E esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo”. Gênesis 28.13-22

A partir desta aliança estabelecida, a vida de Jacó passa a sofrer radicais transformações: trabalha sete anos na terra de Labão em troca da mão de Raquel. O enganador agora é enganado, pois em troca recebe Lia. E trabalha, assim, mais sete anos para finalmente ter a mulher amada. 

Deus lhe dá muitos filhos e Jacó passa a conquistar riquezas: promessas de Deus se cumprindo em sua vida. Jacó retorna para a casa de seus pais e tem um novo encontro com Deus, onde a partir dali sua vida nunca mais seria a mesma: “Vi Deus face a face e minha vida foi transformada”. 

Deus restaura seu relacionamento com o irmão Esaú e finalmente Jacó retorna a Betel, onde Deus reafirma a promessa, mudando o seu nome para Israel. O grande marco da restauração trazida por Deus é a mudança. O ex-enganador agora se chama “o que reina com Deus”. 

Deus concedeu a Jacó a bênção da transformação, da prosperidade e do domínio. A vida e o caráter de Jacó foram transformados e partir daí ele passou a crescer materialmente e espiritualmente, gerando aqueles que seriam os futuros líderes das doze tribos de Israel.

Receba esta bênção que está sendo liberada sobre a sua vida, em nome de Jesus!

Em virtude de no próximo domingo (07), iniciarmos a Semana de Oração: "Projetando Fevereiro", excepcionalmente nesta semana, a Palavra Pastoral será ministrada na Sexta-Feira (05).

Que Deus te abençoe,
Um ótimo domingo!

O Fogo, a Água e a Oportunidade

Os três se encontraram, a oportunidade perguntou: -De onde vocês são?  E o fogo respondeu: -Eu estou nas guerras, nos vulcões,  ...