Oração: a chave para a vitória em 2016

Amadas irmãs, 
Que a paz esteja convosco.

Hoje nós estamos postando esta, que é a primeira mensagem de 2016 do Espaço Ana para o seu coração. Deus tem uma Palavra poderosa ao seu coração, que foi compartilhada comigo há alguns anos pelo meu pastor na época. Eu tenho por hábito me lembrar das pregações e colocá-las em prática, e esta tem se tornado muito atual em minha vida.

Vamos meditar no texto da Palavra do Senhor em Jeremias 33.3: "Clame a mim e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes, que não sabes".


A oração será a chave para alcançarmos as promessas de vitórias no ano de 2016, promessas estas que são para todos os que creem que somente em Deus poderão alcançar tudo o que tem buscado em sua vida.

Sempre que nos aproximamos de um final de ano e inicio de um ano novo, temos sempre em nós dois pensamentos e sempre nos perguntamos:

- Será que fizemos tudo certo neste ano que está acabando?
- Neste ano que começa, eu vou conquistar o que tanto tenho buscado?

Em Jó 23.4,5,6 e 10, ele declara que: “Ah! Se eu soubesse que o poderia achar! Então me chegaria ao seu tribunal. Com boa ordem exporia ante ele a minha causa e a minha boca encheria de argumentos. Saberia as palavras com que ele me responderia e entenderia o que me dissesse. Mas ele sabe o meu caminho; prove-me, e sairei como ouro”.

Jó havia perdido tudo o que tinha (filhos, bens, saúde ...) e agora sofria acusações pela situação que estava vivendo, mas ele sabia que se pudesse se apresentar diante de Deus, poderia lhe mostrar o que havia ocorrido e buscaria no Senhor uma maneira de conquistar vitória naquele momento tão difícil, ou seja, nestes versículos Jó demonstra a ansiedade que sua alma tinha em ter um momento com Deus, sabendo que desta forma o Senhor poderia revelar a ele uma maneira de ser vencedor.

Quando oramos ao Senhor, derramando verdadeiramente o nosso coração diante de Deus, não é diferente do que Jó fez naquele momento, pois no momento da oração sincera o que mais desejamos é ter um verdadeiro encontro com Deus, para que Ele nos revele o caminho da vitória.

Sabemos também que a oração é um dever do cristão, Paulo em uma de suas cartas exorta que devemos orar sem cessar (1 Tessalonicenses 5.17), a fim de que possamos entender qual é a boa e perfeita vontade de Deus em nossas vidas, pois devemos sempre:

- Buscar o Senhor - Isaias 55:6;
- Buscar perdão pelos nossos pecados – Oséias 14:2;
- Vigiar e orar para não cairmos em tentações – Marcos 14:37-38.

Existem algumas condições para que as nossas orações:

1. È necessário saber que Jesus é o caminho para alcançarmos êxito em nossas orações (João 14.13-14);
2. Precisamos ter fé (Hebreus 11.6);
3. Precisamos ser sinceros (2 Crônicas 7.14);
4. Precisamos ser justos, pois Deus ouve a oração dos justos (Jó 8.5-6) e Deus não ouve a oração do ímpio (Jó 35.12-13);
5. Precisamos ser humildes e pacientes (Salmos 40.1);
6. Precisamos ter um espírito perdoador (Marcos 11.25-26);
7. Precisamos ser perseverantes e intercessores um dos outros (Efésio 6.18).

Quando agimos por estas condições, Deus ouve as nossas orações, e nos traz grandes revelações (Jeremias 33.3), mesmo antes de clamarmos Ele nos ouvirá (Isaias 66.24).

Através da oração podemos buscar em Deus metas para o ano que se aproxima:

1. Regeneração e perdão dos nossos pecados – Salmos 51.1-2;
2. Santificação do nosso interior – Salmos 139.23-24;
3. Salvação e livramentos – Salmos 71.2-3;
4. Conhecimento dos desígnios de Deus, a fim de alcançarmos a sua presença em nossas vidas – Êxodo 33.12-17;
5. Obediência para não sermos confundidos – Salmos 119.80;
6. Avivamento – Habacuque 3.2;
7. Auxílio divino – Salmos 40.13-17.

Se conseguirmos alcançar tais metas, elas nos aproximarão mais de Deus, e com certeza teremos um ano novo maravilhoso e com grandes conquistas.

Minhas irmãs, precisamos nos consagrar mais a Deus neste ano vindouro, e clamarmos à Ele em nossas orações, pois podemos ter a certeza que as demais coisas nos serão acrescentadas (Mateus 6.33)

FELIZ E ABENÇOADO 2016.
Prof. Fábio Luiz.

Fique por dentro