sábado, 21 de novembro de 2015

A batalha dos deuses (4° parte)

Graça e paz princesas, 

Já estamos na quarta pragas que Deus mandou para o Egito, dessa vez Deus anuncia que mandar a um enxame de moscas para o Egito. 

Em seguida o SENHOR disse a Moisés: “Levante cedo de manhã e vá encontrar o faraó na beira do rio, quando ele estiver indo às águas. Diga a ele: “Assim diz o SENHOR: ‘Deixe o meu povo ir oferecer culto a mim.
21. Se não deixar, vou mandar enxames e mais enxames de moscas sobre você, sobre os seus oficiais e sobre o seu povo. E as casas do seu povo e toda a terra em que vivem os egípcios estarão cheias de moscas.
(Êxodo, 8.21-22). 

Deus fala para Moisés ir até o rio pois, o faraó estava se banhando no rio; para falar para O Faraó deixa que o povo de Deus vá até o  deserto para oferecer sacrifícios a Deus. Mas, uma vez o faraó se nega deixa o povo rir. Deus manda um enxame de moscas. 

Com a quarta praga para o Egito, não foi para desafiar um deus mas dois deuses.  o primeiro deus é chamado de Belzebu.   Os egípcios acreditavam que esse deus controlava as moscas para quem não viessem vai entrar dentro das casas.
Por que a quarta praga foi de moscas? Boa pergunta. Os egípcios adoravam um deus chamado Belzebu que, segundo sua crença, era poderoso para afugentar moscas e outro deus chamado Path, que seria o criador do universo. Quando os enxames de moscas atazanaram os egípcios, os sacerdotes e magos foram chamados para invocar seus deuses e neutralizar a praga enviada pelo Deus dos escravos, mas foi em vão, o Deus de Israel era Poderoso demais para as divindades egípcias, que assim foram completamente desmoralizadas.



 E Deus disse: “Que a terra produza seres viventes de acordo com as suas espécies: animais domésticos e animais selvagens, segundo as suas espécies”. E assim foi.
(Gênesis, 1.24)


  o outro deus que é chamado Path.  Esse deus, os egípcios acreditavam que esse deus que criou tudo que existe no universo. Como por exemplo, que criou a flora a fauna e tudo que existe!  

 
Por Ana Burke

Ptah é o demiurgo de Memphis, deus dos artesãos e arquitetos. Na tríade de Memphis, ele é o marido de Sekhmet e pai de Nefertum. Ele também foi considerado como o pai do sábio Imhotep. Os gregos o conheciam como o deus Hefesto, e desta forma Manetho fez dele o primeiro rei do Egito.
Ptah é o patrono do artesanato, metalurgia, carpinteiros, armadores e escultura. Do Médio Império em diante, ele foi um dos cinco principais deuses egípcios com Ra, Ísis, Osíris e Amon.

Ele usa muitos adjetivos que descrevem o seu papel na mitologia egípcia e sua importância na sociedade da época:
Ptah o belo rosto
Ptah senhor da verdade
Ptah mestre da justiça
Ptah que ouve as orações
Ptah mestre de cerimônias
Ptah senhor da eternidade
Ptah é um deus criador por excelência: Ele é considerado o demiurgo, que existia antes de todas as coisas, e por sua vontade, criou o mundo. Ele foi concebido pelo pensamento, e percebi pela Palavra: Ptah concebe o mundo com o pensamento de seu coração e cria a vida através da magia de sua Palavra. Aquilo que Ptah comandou foi criado: todos os componentes da natureza, a fauna e flora e tudo o que existe. Ele também desempenha um papel importante na preservação do mundo e a permanência da função real.
Na vigésima quinta dinastia, o faraó núbio Shabaka transcreveu em uma stela conhecida como a pedra Shabaka, um documento teológico e encontrado nos arquivos da biblioteca do templo do deus em Memphis. Este documento ficou conhecido como a Teologia de Mênfis, e mostra o deus Ptah, o deus responsável pela criação do universo, pelo pensamento e pela Palavra.

Como muitas divindades do antigo Egito, ele assume muitas formas, sendo às vezes representado como um anão, nu e disforme, cuja popularidade vai continuar a crescer durante um período tardio. Frequentemente associado com o deus Bes, a sua adoração, ultrapassou as fronteiras do país e foi exportado para todo o leste do mediterrâneo. Graças aos fenícios, podemos encontrar figuras de Ptah em Cartago.

Ptah é geralmente representado sob a forma de um homem com a pele verde, em uma mortalha aderente à pele, usando a barba divina, e segurando um cetro combinando os três poderosos símbolos da mitologia egípcia:
  • O cetro Foi – poder
  • O sinal de vida, Ankh – vida
  • O pilar Djed – estabilidade
No começo Deus criou os céus e a terra. A terra era um vazio, sem nenhum ser vivente, e estava coberta por um mar profundo. A escuridão cobria o mar, e o Espírito de Deus se movia por cima da água.
( Gênesis 1.1-2)
Mais uma vez, Deus de Israel mostrou o seu poder foi ele quem criou os animais, a terra, os mares, os rios, as aves todas as plantas que existem no mundo.
Isso mostra que não existe nenhum deus que possa estar acima do Deus de Israel, só ele que merece toda a glória e honra!
eu espero você na próxima semana para dar continuidade aos estudos...
uma semana de Vitória pra você e sua família. 




Criador Do Mundo Daniela Araújo



Deus acredita no seu chamado, e você?

E José disse: — Cheguem mais perto de mim, por favor. Eles chegaram, e ele continuou: — Eu sou o seu irmão José, aquele que vocês v...