Shema Yisrael

Amados irmãos, 
Que a Paz esteja convosco!

Vamos meditar neste texto da Palavra de Deus: “Então dele foi enviada aquela parte da mão, que escreveu este escrito. Este, pois, é o escrito que se escreveu: MENE, MENE, TEQUEL, UFARSIM”. Daniel 5.24-25


Lamentavelmente é comum vermos dentro de nossas igrejas, hoje, pessoas mortas espiritualmente. Pessoas estas que viram o Poder de Deus ser manifesto, pessoas estas que viram grandes milagres, testemunharam maravilhas e que hoje além de serem incrédulas profanam o templo e até mesmo o próprio culto. 

Não é a primeira vez que escrevo sobre este assunto, mas o Espírito do Senhor tem me encorajado a continuar ministrando sobre Sua Igreja o concerto, pois os dias estão abreviados e a vinda do Senhor Jesus está muito próxima. É necessário nós formarmos uma Igreja limpa, uma Igreja Santa, uma Igreja saudável. 

Esta indiferença infelizmente não é nova no meio do povo de Deus, ao contrário é histórica! O Povo de Israel ao sair do Egito caminhou pelo deserto. Viram dez pregas, viram o Mar Vermelho se abrir e se fechar, viram o Maná cair do céu, sentiram a presença de Deus sobre o tabernáculo, provaram codornizes. No entanto, a fúria deste povo e suas queixas foram continuamente dirigidas a Deus. Saul, um ungido e escolhido do Senhor para reinar se inclinou totalmente à sua vaidade e em um acesso de loucura mandou matar todos os sacerdotes do Senhor. Qual foi o fim deles? Nem aquela geração de israelitas e nem seu líder Moisés entraram na Terra Prometida. E Saul? Acho que você já sabe o aconteceu com ele, não é mesmo?! 

A Babilônia foi uma das nações mais idólatras de todos os tempos. Eles provaram o poder de Deus ao subjugarem os israelitas. Quando Nabucodonosor teve um sonho e ninguém podia interpretá-lo, Daniel recebeu a revelação de Deus e o próprio rei reconheceu que isto só poderia vir do Senhor: “O rei disse a Daniel: Não há dúvidas que de que o seu Deus é o Deus dos deuses, o Senhor dos reis e aquele que revela os seus mistérios, pois você conseguiu revelar este mistério”. Daniel 2.47. Em sinal de honra e reconhecimento, Nabucodonosor colocou Daniel em um alto cargo. 

Mesmo diante de tantas maravilhas, o que o rei fez? Mandou construir uma estátua em sua homenagem obrigando todos os israelitas a se curvarem diante dela, punindo-os com a morte se assim não o fizessem. Nabucodonosor teve comer junto aos animais para dar crédito ao Senhor e reconhecer Sua soberania. 

Não foi diferente com o rei Belsazar. Em certa ocasião, ele ofereceu um banquete aos nobres de sua corte. Seguindo os costumes da nação pagã, as festas na Babilônia eram regadas de embriaguez, glutonaria, zombaria e idolatria. O rei chegou ao absurdo de mandar trazer objetos de ouro do Templo para deles zombar: uma verdadeira falta de temor! Uma mão surge e escreve na parede as seguintes inscrições: Mene Mene, Tequel, Ufarsim. Todos espantados, mandam chamar os magos, os adivinhos e ninguém foi capaz de interpretar aqueles escritos. Recorrem a quem? A Daniel, que imediatamente traduz aquelas inscrições: 

Mene – Contou Deus o seu reino e acabou, Deus reafirma isto duas vezes! Tequel – Pesado fostes na balança e, fostes achado e em falta. Pares – Dividido foste o teu reino e entregue aos medo-persas. Naquele momento, meu querido irmão, estava decretado o FIM do Reino da Babilônia. O rei, completamente desesperado com a sentença, cobre Daniel de manto e jóias e o coloca em terceiro na hierarquia do reino, mas tudo foi em vão, pois naquela mesma noite Belsazar foi morto e o reino da Babilônia foi entregue ao Rei Ciro, da Pérsia. Uauuuu... 

Deus me fez sair do meu devocional e me levou a diante no livro de Daniel, para que hoje eu pudesse trazer esta mensagem de alerta para você!

Espero que você esteja entendendo o que Deus está dizendo... Eu não sei qual é a sua postura diante de Deus, mas é melhor você parar e reavaliar o que você tem feito e produzido para o reino de Deus. O altar do Senhor nas igrejas está sendo profanado. Pessoas sem o menor temor têm feito da Casa do Senhor um motivo de zombaria por causa de seu próprio testemunho lá fora. 

O Povo de Deus, hoje, está exatamente igual àqueles babilônicos. Irmãos que não possuem o menor senso de educação conversam na hora do culto, usam as coisas da igreja e não devolvem. Conversam sobre assuntos fúteis diante do altar do Senhor. Falam mal de líderes, de pastores, de outros irmãos da igreja! Cuidado, pois a mão do Senhor está prestes a escrever: Mene, Mene, Tequel, Ufarsim para você! 

O Povo de Deus hoje é amante de suas próprias vaidades, querem o microfone, querem aparecer e não servir! Querem dar espetáculos. Perde-se mais tempo hoje dentro das igrejas dando oportunidades para pessoas vaidosas falarem um monte de besteira, saciando seus orgulhos; do que com a pregação do Evangelho. São incansáveis horas de babaquices, tristemunhos, pessoas que não têm a menor noção do que estão dizendo e que nem sequer frequentam uma aula de Escola Bíblica, mas todas querem falar! Todas querem o púlpito! Mas não procuram aprender, não procuram ter intimidade com Deus. Líderes que mal vão à igreja, que não se consagram, que fazem as coisas de qualquer jeito, que querem divulgar seus próprios nomes! Vaidade! Cuidado, pois a mão do Senhor poderá escrever para você: Mene, Mene, Tequel, Ufarsim. 

Será que se o Senhor pesar hoje as suas atitudes na balança, vai encontrar o que? Alguém que busca a Deus incessantemente e procurara viver em Santidade, alguém que serve ao Senhor com amor e alegria, que trabalha para que a Palavra do Senhor seja divulgada e para que todos na igreja possam crescer e ser abençoados? Ou será que Deus vai encontrar alguém maldizente? Será que Deus irá encontrar um pilantra que compra e não paga? Será que Deus vai encontrar alguém que gosta de fazer trambiques, comprar produtos piratas? Será que Deus encontrará alguém que em vez de trabalhar para que o Senhor apareça, trabalha para que ela mesma apareça? Será que o Senhor vai encontrar pessoas que profanam a Sua Casa, que conversam na hora do culto, que faltam ao trabalho para assistir ao futebol ou a novela, que atrapalha o andamento da igreja com críticas descabidas? Será que o Senhor irá encontrar pessoas amantes de si mesma, que buscam satisfazer o seus próprios prazeres, que são do contra e que atrapalha o crescimento da igreja? Ou será que Deus vai encontrar pais que deixam os filhos correr e quebrar tudo dentro da igreja, não ensinando que ali é um lugar santo? 

O que Deus vai encontrar se te pesar agora em uma balança? Responda! Será que ele não diria para você: MENE, MENE, TEQUEL, UFARSIM? 

Que esta mensagem sirva de alerta meu querido. Muitas pessoas estão brincando com Deus e acreditando que por viverem na Dispensação da Graça ficarão impunes. Pessoas que vão à igreja sem nenhuma motivação de buscar e adorar a Deus, e o que é pior, zomba das coisas Santas e profanam a Casa do Senhor! Cuidado por que se o Senhor disser a você: Mene, Mene, Tequel, Ufarsim; será o seu fim! 

Não se esqueça de que aquele que é amoroso e longânimo em misericórdia também é o Justo Juiz. Avalie-se e arrependa-se! Mude enquanto é tempo. Como diz o título desta mensagem: Shema Yisrael: Ouça Israel! Adonai Elohenu, Adonai Echad: O Senhor é o único Deus! Voltemos-nos todos a Ele! Humilhemos-nos debaixo de suas potentes mãos. 

Que Deus te abençoe e uma ótima semana.

Fique por dentro