Cristão namora cristão

Bem, olha quero compartilhar uma experiência minha com vocês que sei que ajudará a muitos.

Tenho 27 anos, e no momento estou solteira e escolhi esperar. No mundo que estamos hoje isso se torna meio estranho, já sofri até bullying (rs).




A pressão foi tanta nos últimos meses, que passei por uma situação que só me fez ter mais convicção do que eu já tinha de que cristão namora cristão. Meu pensamento sempre foi o seguinte: “Nunca namorei uma pessoa que não sirva a Jesus, que não o ame” e meu pensamento é esse, mas há uns 2 meses me interessei por um rapaz que não era cristão.

Ah ele era perfeito, só faltava uma coisa... Pense, mas dá certo com todo mundo porque comigo não dará... Como diz o pastor Claudio Duarte, você conhece alguém que se deu bem em um relacionamento que a outra pessoa não serve a Cristo, quer abrir minha caixa de e-mail?

Os dias passaram e os sonhos não se encaixavam, os papos não eram mais tão bons, pensamentos diferentes, passeios diferentes... Pensei comigo mesma: “Isso não vai dar certo, vou acabar por aqui!”. A confirmação veio através de um amigo, através da palavra que tivemos na célula de jovens da minha igreja.

Meu amigo palavra me deu um livro chamado 20 conselhos para quem quer casar e namorar. Meu, eu fiquei até mesmo brava, achei que o livro seria uma porcaria, fora a zuação kkkkk.  Mas de porcaria não tem nada, e quero dividir com vocês o capitulo 2 desse livro do pastor Cristian Oliveira: “Cristão namora cristão”. E aí? Qual atitude acha que tomei diante de tudo isso? Leia e tire sua conclusão

CRISTÃO NAMORA CRISTÃO

Se não estivéssemos vendo tantos absurdos acontecerem, talvez não fosse necessário falar sobre esse assunto. Mas, como as coisas andam meio desgovernadas, vale a pena aborda-lo. O jovem cristão não deve casar-se com um não crente e ponto final.

Isso tem levantado vários questionamentos aos jovens cristãos que, muitas vezes, por falta de opção em seu circulo de convivência cristã, acabam interessando-se por jovens descrentes e começam a considerar o namoro com os nãos crentes uma possibilidade de relacionamento matrimonial. No entando, é preciso saber a verdade a cerca disso. A Bíblia condena tais relacionamentos, e há consequências para os que decidem ignorar essa regra estabelecida por Deus e não pelo homens.

2 Coríntios 6.14

A ordem bíblica é clara para o cristão não se envolver em namoro e casamento com ímpios, e segue-se a explicação bíblica dos porquês dessa proibição: não há comunhão entre os que andam na luz e os que andam nas trevas, elas não coexistem em um mesmo espaço.

Há uma diferença muito grande entre valores do crente e os do não crente. Entre eles, estão ambientes que frequentam a linguagem, a musica, os tipos de festas e outros.

Enquanto o cristão é comprometido com a verdade, quer fazer a vontade de Deus, preocupa-se em obedecer a Bíblia e os mandamentos divinos, o ímpio vive de maneira que deseja e toma decisões baseadas em suas próprias opiniões. Essas diferenças, embora pareçam insignificantes, na pratica, são grandes e acabam por trazer serias consequências no futuro.

Entre as consequências mais comuns estão o afastamento do cristão dos caminhos do Senhor e a incompreensão de ambas as partes, as quais acarretam sofrimento e a incompatibilidade de projetos. São inúmeras as pessoas que se envolveram em jugo desigual e acabaram divorciando-se, saindo de relacionamentos arrasadas e feridas. E há ainda aquelas que permaneceram casadas, todavia infelizes, envolvidas em constantes brigas e desentendimentos.

Portanto, se você opta por esse caminho, namorar e casar com um não crente, está entrando pelo caminho da desobediência e pode sofrer consequências desse ato.


Pelo que sai do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei, e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo- Poderoso”. 2 Coríntios 6.17 e 18

Fique por dentro