sexta-feira, 22 de maio de 2015

Vencendo a rejeição

Irmãos e amigos,
Que a Paz esteja convosco!

Hoje vamos tratar de um sentimento duro e muito doloroso que tem assolado a muitos, inclusive os escolhidos. Eu vivi a rejeição e tive de aprender a lidar com ela para erradicá-la da minha vida. A rejeiçãoé uma mentira de Satanás semeada sobre nós!

A Palavra do Senhor diz em Isaías 49.15: "Porventura pode uma mulher esquecer-te tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do teu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti". Uau! Que texto... Que promessa MARAVILHOSA! O Senhor não nos deixa só nenhum momento sequer! Jesus disse "Eis que eu estarei convosco todos os dias, até a consumação dos séculos". Mateus 28.20.

Nós, filhos de Deus, podemos ser rejeitados pelos seus amigos e família, mas precisamos aprender a superar e vencer a rejeição, seja em qual área for. Assim poderemos fortalecer a outros que estão sofrendo em nosso derredor. Precisamos aprender a não esmorecer por conta da rejeição, mas a olhar sempre para Senhor Jesus, que foi rejeitado tantas vezes, e mesmo assim suportou toda dor e cumpriu fielmente Sua obra. A maioria de nós não lidamos bem com rejeição, especialmente naqueles momentos em que estamos mais vulneráveis. O Senhor quer nos ensinar nesta sexta-feira, como vencer este sentimento tão terrível e que tanto nos machuca!

Quando sentimos o frio de uma rejeição, tentamos encontrar algum sentido no meio da nossa dor. No princípio jogar a culpa em Deus, nos outros e sobre nós mesmos parece funcionar bem, pois nos ajuda a explicar a razão da nossa dor e nos mantém aparentemente no controle da situação. Mas nenhuma destas maneiras destrutivas de enfrentar a rejeição são respostas verdadeiras. 

O que realmente precisamos nestes momentos é nos achegarmos a Deus, que “está perto dos que sofrem e salva os de espírito abatido” (Salmos 34:18). O sofrimento é benigno quando nos aproxima de Deus a fim de buscarmos ajuda nEle, e é neste momento em que o nosso coração recebe a cura que Ele quer promover em nossas vidas. Pode não parecer assim no início, mas a cura começa quando enfrentamos e aceitamos a tristeza e a decepção como algo permitido por Deus e que tem um propósito. 

O processo de crescimento é difícil; a dor da rejeição podem nos tirar a alegria, a paz e o amor até em ir à Igreja. Mas se respondermos de maneira saudável, pedindo a ajuda de Deus nestes momentos de sofrimento, teremos nosso caráter fortalecido, nossa fé madura, e Deus curará nossos corações. 

Meus irmãos, nós podemos aprender a nos agarrar à viva esperança de que Deus nos ouve e que finalmente nos livrará, mesmo no meio de uma rejeição muito sofrida! Basta buscar a Ele e praticar esta Palavra! Amém?! 

Que Deus te abençoe e traga o balsamo de cura sobre as suas emoções.

Não desista

Elisama Figueiredo