sexta-feira, 8 de maio de 2015

Vencendo as adversidades

Irmãos e amigos, 
Que a Paz esteja convosco!

Em Atos 14.21-22 está escrito: "E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, Icônio e Antioquia, confirmando as almas dos discípulos, exortando-os a perseverarem na fé, dizendo que por muitas tribulações nos é necessário entrar no reino de Deus". 

Provações, aflições, sofrimentos e tribulações fazem parte da adversidade. O dicionário define a adversidade como "contrariedade, infortúnio, aborrecimento, revés, calamidade". Ninguém está imune! Jesus mesmo nos alertou de que passaríamos aflições neste mundo. (Ver João 16.33).

O texto base da mensagem de hoje integra a história do regresso de Paulo e Barnabé para continuar o discipulado. Eles enfrentavam, segundo o texto, muitas tribulações. José, que era uma homem extramente religioso, teve de enfrentar muitos infortúnios: foi mal entendido pelo pai, vendido como escravo, forçado a aprender uma nova cultura, acusado de tentativa de estupro e levado a prisão. É sobre esta história que o Espírito quer ministrar aos nossos corações nesta sexta-feira!

José teve de enfrentar a rejeição, a ridiculização, a injúria, o confinamento, a tentação, a calúnia. José foi lançado à prisão e ali foi esquecido, abandonado! José criou esperança em seu coração de sair daquele lugar ao interpretar o sonho do copeiro, mas como todos sabemos, o copeiro se esqueceu dela! A primeira parte da vida de José parece ser uma provação após outra, sem nenhum alívio... Mas José manifesta um otimismo nascido de uma profunda fé em Deus e mesmo em meio às suas tribulações, José decidiu fazer sempre o melhor. Ele enfrentou fielmente 14 anos de aflições. As adversidades foram um dos maiores fatores utilizados para lapidar e preparar José para as suas futuras responsabilidades de liderança.

José tinha uma crença firme na soberania de Deus. Vemos isto na declaração que ele faz ao seus irmãos no final desta história: "Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém, Deus o tornou em bem". (Gênesis 50.20). Deus teve um propósito para cada adversidade enfrentada por José e o tem para cada cristão! Sabendo disso, o que precisamos aprender é como responder apropriadamente e biblicamente às adversidades que assolam a nossa vida e para isso, consideremos alguns princípios espirituais: 

1. Desabafe com Deus - "Confiai nele, ó povo, em todo tempo; derramai perante ele o vosso coração: Deus é o nosso refúgio". Salmo 62.8.

2. Declare a soberania de Deus - "Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém, Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida". Gênesis 50.20

3. Leia a Palavra de Deus - "Enviou-lhes a sua palavra e os sarou, e os livrou do que lhes era mortal". Salmo 107.20

4. Reveja os propósitos de Deus no sofrimento - Procure, com a ajuda do Espírito Santo, discernir qual o propósito de Deus nesse problema específico. Confie nEle!

5. Compartilhe com um amigo de confiança - "Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo". Gálatas 6.2

Que Deus te abençoe. 

Testemunho