Pés formosos

“Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: “Como são belos os pés dos que anunciam boas novas!” (Romanos 10.14-15)

Vivemos em um mundo egoísta onde cada se preocupa consigo mesmo, com seus interesses. Como disse em outra mensagem, devemos ser imitadores de Cristo, e Cristo amava as pessoas; se preocupava com elas, com seus problemas.

Ele disse para irmos e pregarmos o Evangelho a toda criatura, para ir e fazer discípulos; que quais formosos os pés daqueles que anunciam o Evangelho. E quantas vezes fazemos parte desse mundo egoísta, nos preocupando somente conosco, com nossas necessidades. Temos que fazer a diferença, temos que amar nosso próximo.

"Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também."

Não podemos ser como esses homens que Paulo cita em 2 Timóteo 3, só aparência de piedade, temos que ser e fazer a diferença. A Bíblia diz que somos o sal e a luz desse mundo.

Um sorriso, um abraço, pode fazer a diferença na vida de uma pessoa. Mesmo com todas tecnologias existentes, as pessoas hoje são carentes de relacionamentos. Essa palavra é para mim e para você, líder.

Temos amado nosso próximo como a nós mesmos? Temos feito a diferença?

Não é fácil ser e fazer a diferença nesse mundo já que estamos no fim dos tempos. Muitas vezes falamos, pregamos e amamos e parece que não faz a mínima diferença na vida das pessoas; mais não desista, creio que tanto eu, como você ficaremos surpreendidos com tantas pedras na coroa quando chegar o momento de nos apresentarmos diante ao Rei.

Além disso, Paulo alertou Timóteo e a cada um de nós, para estarmos preparados porque não seria fácil ser um discípulo, um apóstolo de Jesus nos últimos tempos.

Termino com o alerta de Paulo:

"Na presença de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos por sua manifestação e por seu Reino, eu o exorto solenemente: Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina.

Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Você, porém, seja moderado em tudo, suporte os sofrimentos, faça a obra de um evangelista, cumpra plenamente o seu ministério." (2 Timóteo 4.1-5).

Fique por dentro