domingo, 15 de junho de 2014

Escrevendo uma nova história


Graça e paz amados irmãos,

Ora, Moisés nos ordena na lei que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto os dizia, tentando-o, para terem de que o acusar. Jesus, porém, inclinando-se, começou a escrever no chão com o dedo. Mas, como insistissem em perguntar-lhe, ergueu-se e disse-lhes: Aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro que lhe atire uma pedra. E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra”. João 8.5-8.


Jesus foi ao monte das Oliveiras de madrugada para ora e depois, foi ao templo novamente para ensinava o povo. Os fariseus e os escribas preparam uma armadilha, quando, trouxeram uma mulher que foi pega no ato de adultério para que Jesus julgasse pelo seu pecado de adultério. Pela lei de Moisés toda a pessoa que era pega em adultério tinha que ser morta apedrejada, mas, naquela época só os romanos podia julga e condenar uma pessoa.
Se Jesus falasse a favor da lei de Moisés, os fariseus podiam acusar – ló por traição pelo o império romano.  E se for a favor do império romano seria acusado de traição da lei de Moisés. Pelo o pensamento dos fariseus e dos escribas Jesus não tinha saída em responder. Jesus não estava preocupado em responder a essa pergunta, mas, Jesus estava preocupado com a mulher.
A Bíblia não relata nada sobre essa mulher nem, sequer o nome dela.  Jesus a olhou e inclinou e começou a escrever no chão com o dedo. Bíblia não relata também o que Jesus estava escrevendo no chão, mas, eu creio que uma nova história de vida para aquela mulher. O nosso amado Mestre estava dando a ela uma nova oportunidade de recomeça novamente.
Os escribas e os fariseus estavam mais interessados na resposta que Jesus ira responder, eles estavam poucos se preocupando com a mulher. Eles insistiam para respondesse.

Mas, como insistissem em perguntar-lhe, ergueu-se e disse-lhes: Aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro que lhe atire uma pedra”. João 8.7.

Uma por uma daquelas pessoas estavam ali começaram a jogar as pedras no chão e saíram dali sem julgare-la pelo seu pecado. Só ficou a mulher e Jesus naquele lugar. E disse:
- Mulher a onde estão aqueles que te acusam você?
Ela respondeu:
- Não ficou ninguém para me acusar!
E Jesus disse:
- Então, nem eu vou te acusa, vá e não pesques mais!
Só Jesus tinha o poder naquele lugar para condena-la do seu pecado, mas, não o fez! Em vez disso deu a mulher uma nova chance de recomeça novamente.

Considerações finais:

Assim, como Jesus escreveu uma nova história daquela mulher, como muitas pessoas a condenavam. Jesus quer o mesmo com você que está lendo essa mensagem em qualquer parte do mundo. Mas, você pode me dizer irmã Elisama o meu passado é obscuro. Eu fruto de um estrupo e por isso, a minha mãe me abandonou, quando, eu era só um bebê recém-nascido. Ou você é uma prostituta por motivos que levou você a vender o corpo.
Ou você por causa, de uma violência sexual; você virou homossexual e acha que vai ser feliz com uma pessoa do mesmo sexo, mas, senti um vazio dentro de você. Jesus está uma folha em branco para escrever uma nova história. Dependi só de você aceita Jesus como seu melhor amigo e ele quer rescrever a sua história novamente. Só depende de você?

Que Deus te abençoe!
Abraços.
Elisama Figueiredo.

Não desista

Elisama Figueiredo